terça-feira, 27 de junho de 2017

Se precisar parar, pare.

Ei, calma. Seu cansaço e falta de esperança já foram sentidos por outras pessoas também. Eu sei que na busca de alguém que te entenda, só o que você encontra são frases motivacionais e incentivos para que você não desista. Você não quer desistir, só quer dar um tempo, você precisa dar um tempo. Há muito que você não sabe escolher entre o sim e o não, e só agora está vendo o resultados dessas não escolhas que você fez.
Estão dizendo que você precisa de mais força interior, menos orgulho, menos reflexão, enxergar menos, calar um pouco mais. O único silêncio que você precisa é o silêncio que vem de fora, ninguém te conhece melhor do que você, por isso, ao invés de tentar encontrar respostas em alguém, aceite a resposta que você já te deu em momentos que teve paz.
Não tem nada de errado aceitar a fraqueza, aceitar que não dá mais para sorrir quando não se tem vontade ou continuar segurando o choro quando se quer chorar; escondendo as feridas. Você se machucou, é natural e saudável que você passe um tempo sentindo essa dor, mas não se engane pensando que parar significa fugir. A fuga não contribui em nada, apenas aumenta o rancor e cria o hábito horrível de pensar que os problemas não tem solução, mas que fugindo você os supera.
Você não está superando, só está expandindo a dor para outros além de você e está afastando eles. Fica perto, tá. Se quiser parar, pare. Mas fica perto pra não transformar esse tempo em solidão, em mágoa sem fim. Não perdoe se ainda não estiver a fim, quem te ama saberá esperar o seu momento. Não se culpe, não culpe ninguém, só os erros têm culpados. E você não está errando, está agindo. Mas se precisar, pare.

Nenhum comentário:

Postar um comentário