quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Onde gostaria de estar agora?

Incluir não é segregar. Acessibilidade não é separar a pessoa com deficiência dos demais. O cadeirante não precisa de uma mesa apropriada pra ele, e sim, as mesas de uso comum é que devem ser planejadas pra que todos possam usá-las. "Ah, mas nem sempre o design da peça permite." Design é estética somada com funcionalidade. E se você pensa em como algo vai funcionar, deve se esclarecer de que não somos uma sociedade de robôs planejados em fábricas. Não somos todos iguais. Somos diferentes. E não apenas os cadeirantes, mas também os altos, os baixos, gordos, magros, altos e gordos, altos e magros, baixos com pernas compridas, pessoas com nanismo, gente com pernas grossas e cinturas finas e tantas outras quase que infinitas distinções. Então, quando pensa em priorizar o design, está priorizando quem?
Quero dialogar sobre isso, na verdade, necessito. Eu não quero me isolar pra me sentir mais confortável. Confortável eu me sinto quando sou parte, não há mesa adequada que me tirará do lugar que eu prefiro estar: ao lado dos outros, opinando como os outros, existindo porque eu quero e não porque o governo me dá assistência pra isso. E eu não falo assim por ser privilegiada de qualquer forma que seja, muito pelo contrário. Enfrentei tantas dificuldades quanto os outros. Enfrentei o preconceito, a não aceitação, as chacotas, a negação, as desculpas, a piedade e os olhares. E justamente por todos esses choques é que não vou jamais permitir que me digam o meu lugar, eu é que decido isso.
Decido o meu lugar e todo o resto, decido o que falar, como agir e assim como qualquer outro ser humano, terei que assumir as consequências de tudo mais tarde. Uma boa lição pra todos aprendermos: o que está fora quase nunca reflete o que está dentro, por isso, parem de dizer como os outros devem ser. Eu não me envolvo muito com o movimento das pessoas com deficiência, e isso me é cobrado. Mas eu não quero, porque sinto que minhas ideias entram em confronto com muitas filosofias desse movimento. Mas tudo bem, não há nada de errado nisso, até porque o fato de eu usar uma cadeira de rodas, não me obriga a lutar por essa causa em específico.
Por isso defendo que todos possam escolher, não apenas onde se sentar pra almoçar mas também onde estar durante a vida. Eu estou na Libras, unicamente por amar essa área e tudo que a envolve. É ali que meu coração está, e é onde eu permanecerei. Não é isso o que devemos fazer, estar onde queremos? Noto que assusta as pessoas quando sabemos o que queremos, mas ainda assim continuem querendo. Continuem dizendo "não" pro que não fará bem a vocês. Lutem para não se perderem de vocês mesmos. Vamos tornar mais comum o único e menos atrativo o padrão. 
  

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Como poderia? Mas você pode.

Você é tão simples e tão inteiro, você é tão forte, aguenta em silêncio. Se eu não conhecesse seu olhar, jamais saberia que dói tanto em você ter esperança. Você não cogita desistir deles, não vê a indiferença nas atitudes, você só os ama. E gente, como eu te amo por isso! Você não espalha, não chora em público, não lamenta... Só as paredes do seu quarto do fundo sabem, elas sim conhecem seu coração em todos os cantos.
Toda vez que vejo aquele seu olhar, de quem busca uma piada numa conversa séria pra rir e esquecer, me esforço pra ter em mim a graça que você procura no mundo. Eu quero ser o motivo da sua risada, quero poder tentar preencher suas expectativas frustradas por aqueles que você ama incansavelmente. Algumas pessoas nem precisam se tornar pai e mãe pra sentirem o maior amor do mundo, e outras, mesmo sendo, não sentem.
Não sentem, não veem. Você é tão transparente, tão claro. Quando te vi pela primeira vez, te decifrei por inteiro e você nem fazia questão, ainda assim seu coração se abriu pra que eu entrasse e permanecesse. Você é assim, aceito. Você aceita, você se abre, você acredita, confia. Essas suas qualidades te fazem essa fortaleza de sensibilidade, te fazem simples. Como poderia alguém não corresponder um amor assim?
Sua tristeza me entristece, mas ainda em momentos assim você me faz feliz por confiar em mim. Jamais eu poderei ser o que te falta, mas pretendo continuar inventando piadas que não tem graça pra mim, mas te fazem rir. Você sabe que sua casa é onde você se sente amado, se sente parte, se sente visto e considerado como igual ou diferente, desde que possa se sentir você.








terça-feira, 16 de agosto de 2016

Você é silêncio, e eu palavra.

Sempre escrevi sobre nossa amizade e as tantas diferenças que temos, mas que nunca sequer ameaçaram nossa relação. Mas enquanto lamentava por não poder estar junta de você nesse momento tão importante, é que me dei conta do quanto nós temos de semelhanças. Ambas temos caminhado pela estrada que desejávamos desde os 15 anos, eu me lembro de você sonhando com uma família, uma vida tranquila e um cara que valesse a pena viver todos esses planos ao seu lado. 
Eu ouvia com prazer suas histórias, suas novidades. Tínhamos conversas infinitas por mensagens de texto, pois naquela época não existia whatsapp, lembra? Você me mandava textos enormes, pedindo conselhos. Você sempre confiou nos meus conselhos, mas seguiu poucos deles, pois sua vontade de ser você mesma sempre foi maior do que todo o resto. Mas uma vez vejo um pouco de mim em você. Se estamos onde estamos, foi por nunca abrirmos mão do "não" que dizemos com tanta facilidade pras pessoas.
Você foi aos poucos conquistando tudo que queria, permanecendo linda por dentro e por fora. Lembro como se fosse hoje, sua reação ao se aproximar de mim, você nunca me olhou diferente, nunca questionou minhas crises e limites, nunca fez interrogatórios desnecessários. Você só me aceitou enquanto eu também te aceitava. Nunca precisei que mudasse nada em você pra te amar como uma das pessoas mais verdadeiras que carrego comigo.
Tenho certeza que esses quilômetros entre nós não te faz acreditar menos na força da nossa amizade, e não poder te dizer pessoalmente o quanto estou feliz, não diminui minha alegria ao te ver realizada. Você hoje é uma mulher feita, com a mesma teimosia e vaidade de sempre. E dentro de você, agora, além de histórias, batalhas vencidas, lágrimas que ficaram pra trás, há também uma outra vida que ainda não faz ideia da sorte que possui em ser gerada por você. Você é silêncio, e eu palavra. Você é hoje, eu sou amanhã. Você será mãe, e eu sua melhor amiga pra sempre.  

Eu te amo, amiga-irmã.


quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Quem lutou por esse lugar fui eu

Você deve ter pensado que tinha vencido essa guerra que existiu apenas dentro da sua cabeça. Deve ter pensado que tinha finalmente me deixado abaixo de você. Imaginou que eu voltaria de cabeça baixa, implorando respostas. Eu poderia justificar tanto equívoco pelo pouco que você me conhece, mas na verdade você não me conhece nem isso, você não sabe nada sobre mim, sobre o quanto eu posso suportar e os tipos de pessoas que já tive que enfrentar.
Nas palavras da Taylor Swift: "poderia construir um castelo com todas as pedras que já jogaram em mim." Na verdade, posso construir um agora apenas com as pedras que você jogou, o engraçado é que essas pedras não estavam acertando, mas quando olhei pra trás vi aquela montanha enorme nas minhas costas, que me acertou toda de uma vez só.
O castelo ainda não foi erguido, mas sim um muro enorme em volta de mim que te impedirá de se aproximar novamente, muro inquebrável, beleza. Não perca seu tempo, aquele que você gastava me ajudando porque se sentia obrigada. Não gaste suas palavras, aquelas que você era tão boa em usar quando eu não estava presente. Não gaste você comigo, eu nunca precisei, você é que precisa.
Eu admito que o golpe foi forte, que eu quase desisti de tudo que vim fazer aqui, que quis nunca mais sentir isso, mas aí lembrei de quando soube dessa oportunidade, de como larguei tudo que eu mais amava pra fazer parte disso. Lembrei do meu sonho, lembrei da minha história, e nada vai me tirar desse caminho porque ele foi minha escolha, e eu a escolha dele. Estou aqui por amor. Estou aqui por não saber amar mais nada no mundo desse jeito. Você possivelmente não entenderá, mas apenas aceite que eu vou permanecer onde estou, e não sei o quanto te incomoda, mas se eu fosse você me conformaria.