quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Quem você é de verdade

Foi me aproximando de você que me distanciei do que eu sentia no início, e dos meus planos pra nós dois. Foi conhecendo seus segredos íntimos que me confundi sobre quem nós somos. Foi vendo seus defeitos que apaguei os sonhos pro futuro. Foi convivendo com seu desajeito que nos protegi com uma parede mais alta. Foi te vendo acordar estressado que reprogramei todas as falas de comédias românticas que eu imaginava dizer de manhãzinha. Foi tendo minhas imperfeições ditas por você, que repensei sobre dizer as dos outros.
Você não tem sido o que eu imaginei que seria ao meu lado, você tem feito tudo ao contrário do que eu acreditava ser bonito, não tem o clássico romantismo, nem delicadeza pra falar assuntos desagradáveis. Você não gosta dos filmes que me fazem chorar, e acha que eu perco meu tempo assistindo histórias tristes no cinema. Você nunca me trouxe o café na cama, e quando eu sugeri, você deu risada dizendo que essa era a ideia mais sem sentido de todas.
E apesar de você ser tão nada do que eu sempre sonhei, você trouxe pra minha vida algo que eu não seria capaz de prever, porque você não é óbvio como os filmes, você é autêntico, e consegue ser surpreendente sem levar o café na cama. Você me distanciou dos meus sonhos pra nós dois, porque você me apresentou uma vida real muito melhor. E o futuro não me preocupa desde que você disse, aquela vez lá na minha casa, que Deus cuida da gente, por isso nos juntou. 
Eu, como muitas meninas, esperei um dia crescer e encontrar o cara perfeito, que não olha pra outra mulher na rua, que não esquece as datas que considero importante, que não tem preguiça dos meus assuntos e que finge bem o interesse nos meus papos de mulherzinha. No entanto, você nunca fez questão de fingir nada disso, e hoje tenho certeza de que não poderia ter alguém mais bonito de alma ao meu lado. Você é verdade, é dor, é risada, é desconforto, é abraço rápido e abraço demorado, é ofensivo e é consciente ao pedir desculpas. Você é de verdade, e que a vida não me regrida ao tempo em que sonhava com alguém diferente de você.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Seja feia, por favor

Se você não tem 1,70 de altura não pode desfilar, se não tiver isso mas tiver um rosto muito bonito, pode ser capa de revista, mas se não tiver os traços perfeitos não pode, precisa dos traços perfeitos. Se não conseguir ser nada disso, então compre roupas da moda e seja sempre estilosa, mas não esquece da barriga sarada porque senão calças de cintura alta só te deixarão mais gorda, você não pode ser gorda, não está na moda ter mais que 50 quilos. 
Se você for magra, aí sim! Você vai arrasar, compre roupas sem economizar e abuse de combinações, afinal, você precisa ser notada, se você não é notada por onde passa você está fazendo tudo errado. Ah, mas esqueci de falar: não use uma cadeira de rodas, tá bom? Se você usar uma cadeira de rodas, todas as dicas que foram ditas acima não servem pra você, porque todos esperam que você use as roupas da sua avó e nunca pinte seu cabelo, nem pense em ter um cabelo bonito, nunca! E usar roupas da moda é proibido pra você porque quem usa uma cadeira de rodas já terá atenção, mas de outro tipo.
Se você usar uma cadeira de rodas e ainda se cuidar e se vestir bem, as pessoas te olharão com expressão espantada e elas não farão questão de disfarçar, e irão comentar alto sobre você... "Nossa, mas ela é tão bonita..." Entendeu? Se você usa uma cadeira de rodas, use apenas casaco de lã, o cabelo com um corte basicão e sempre que puder amarre, nem pense em maquiagem, isso não é pra você! Por quê? Porque é o que a sociedade espera de você.


P.s.: Sociedade, continue esperando.