terça-feira, 25 de agosto de 2015

Vocês Me Ensinaram O Silêncio

Só agora com 23 anos é que estou começando a entender a importância do silêncio na hora certa, ou na hora errada em que o silêncio contribui pra que seja menos errada. Vocês sempre me ensinaram isso, a não prolongar uma conversa com alguém que visivelmente não sabe de verdade o que diz, vocês sempre me disseram para não me importar tanto e não gastar meu tempo, me ensinaram que um cachorro feliz vale mais que um sofá intacto, e repetiam pra eu não perder minha paz por ninguém. Mas tive dificuldade em aprender isso porque eu gosto de falar, não sempre e nem com todo mundo, mas gosto de responder afrontas e desaforos, gosto de mostrar minha posição e faço questão de deixar claro minha opinião quando alguém está errado sobre mim. Mas agora eu tenho 23 anos e finalmente, depois de tanto tempo, hoje eu entendi o que vocês me ensinaram, vocês me ensinaram o silêncio.
Como vocês são ricos! Os pais mais ricos do mundo, que não bancam uma vida luxuosa pra mim, a riqueza a que eu me refiro é outra. Vocês esbanjam sabedoria e humildade, sempre tem um conselho incrível pra me dar, se dispõe sempre que podem a me dar uma força no que eu preciso. E às vezes mesmo contra a vontade e com medo de me ver sofrer, me apoiam por confiarem em mim. E nada me deixa mais feliz do que surpreender vocês!
Quanto aos perturbados que zombam da nossa simplicidade, vocês me ensinam mais uma vez a me calar em público e a dialogar com Quem realmente importa: Deus. E me dizem pra que eu reze por eles. Queria que todos tivessem pais como vocês, que não disfarçam um "não", e que permitem que a vida cumpra o dever dela ensinando que melhor não é quem tem mais dinheiro, é quem tem mais sem ele.
Vocês são meu mais, são minha riqueza que banco nenhum pode guardar, são meu exemplo de quem eu quero ser nem que seja a metade, são meu pai e minha mãe, são meus! E sempre que alguém me olhar de cima por não possuir o mesmo que ele, eu vou sorrir e silenciar igual vocês fazem, pois assim serei um pouco de vocês sempre, e serei a lição que vocês me ensinaram. E estarei cada vez mais distante de me tornar vazia de valores e sem luz própria.

domingo, 23 de agosto de 2015

Sobre O Que Aprendi Ontem

Quem é do mau pode mudar de lado, pode rever suas atitudes e recomeçar, pode aprender que tem agido de forma errada e mudar sua postura. O mau não tem pés fixados e nem a opinião formada. Mas quem é do bem nunca deixa de ser gente do bem, e mesmo que se cerque de ruindade, ainda assim permanece sendo aquilo que é. E mesmo que tenha alguns vacilos, sempre esboça sorriso de compreensão, porque quem é bom compreende e sorri.
Sorrir é diferente de mostrar os dentes enquanto definha frases de novela das seis (tão tediosas e difíceis de engolir quanto). Quem mostra os dentes sem sorrir não entende o poder de uma causa sincera, não participa de vitórias que não sejam as suas próprias, e por se basear tanto em argumentos vazios, perde facilmente o respeito de terceiros, e em casos mais tristes, até mesmo o respeito próprio.
Mas gosto mesmo é de deitar na cama pensando nas pessoas boas, que se unem com outras pessoas boas e conquistam o invencível por pura vontade de vencer pelo outro, e não para si. Os que lutam sozinhos tendem a perder com facilidade, sem levar junto os que formam correntes, não apenas física, mas também de laços invisíveis. Invisíveis para aquele que não sente sorrisos e que não transmite motivos pra isso.
O mundo tem exibido personagens inacreditáveis, às vezes tenho medo de me envolver tanto, mas o meu "mas" sempre existe mais forte, me lembrando das pessoas que não se conformam em serem apenas pessoas e se arriscam a serem também humanas, e enquanto esse "mas" viver aqui, e enquanto o humano permanecer por perto, eu me comprometo a só enxergar os sorrisos com sentimento, e os sentimentos que sorriem.

domingo, 16 de agosto de 2015

A Gente Já Errou Tanto

Adianta errar, você me ensinou isso e gostaria que você soubesse. Olhando você agora todo enrolado no edredom, a imagem perfeita de um relacionamento tranquilo, você me faz sentir paz, nem parece que a poucos anos atrás nós cometíamos um erro atrás do outro. A gente já errou tanto, mas sem esses erros você não seria agora o maior acerto pra quem eu dou as mãos. Mãos aliás que ganharam um novo significado depois de você chegar, mãos que agora dizem, mãos que agora silenciam...
O momento agora tem sido de luta, o TILSP tem enfrentado uma grande batalha, não só grande como longa, e essa demora pra chegar ao fim e vencermos tem desanimado alguns envolvidos, e isso me fez pensar: será que estamos errados? Mas aí te vi enrolado no edredom, e lembrei que cometi um erro atrás do outro antes de você se tornar um acerto, na verdade, você era o certo desde o início mas a insegurança e o medo de estar errada me fizeram duvidar de nós, assim como duvidei hoje se a luta aqui vale a pena. Entendi, Deus respondeu a minha questão, se eu tivesse desistido de tentar, você não estaria do meu lado agora. Logo, se eu permanecer na luta hoje, um dia vou sentir paz ao olhar as vitórias que o TILSP alcançou, e vou saber que assim como você, esse curso veio de forma difícil porque vale muito.
Como é de costume, o exército contra está em grande número, mas não vejo nas frases supérfluas deles nada que me convença sobre as boas intenções que eles tanto alegam. Enquanto nós, do lado de cá, não queremos nada além do que é nosso, do que nos foi dado após muita luta de muita gente que não desanimou, que permaneceu na causa mesmo quando eram minoria e se sentiram contrariados sobre estar fazendo o certo ou não. Quero fazer parte disso, quero ser uma pessoa de erros que dão certo, quero fazer parte dessa causa mais do que tenho feito, e quero ganhar essa afronta. 
Esse texto é pra você, amor. E também é pra mim, pra que eu não desista e aceite mais uma semana de estratégias e atitudes que ajudarão a luta por aqui, e aceito aprender mais essa lição que a convivência com você me ensinou: o amanhã é bom, ele só não chegou ainda. Você foi por muito tempo meu amanhã, e agora é meu hoje. Lutar por você me melhorou muito! Vou lutar pelo TILSP agora, sem desistir quando desanimar. Por mais que se tratem de situações diferentes, entender os recados de Deus é de um jeito só: acreditando. 

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Nosso Tempo

Venha mais, que é pra gente poder ter mais conversas de frases curtas e interrompidas, que berram dentro de nós como uma voz própria e do outro ao mesmo tempo, porque ha muito já não sabemos onde termina você e me começa. A muito já não temos domínio do que nos torna tão ligados e atritantes, e a muito que não fazemos questão de coisa alguma, a não ser de permanecer. 
Nunca fui romântica a sua altura, não faço o tipo gramado verde e pôr do sol, filmes antigos e da Disney nunca me interessaram, e música brasileira lenta demais me dá tédio. Mas você conhece todas as minhas complexidades, e sabe como resolver todas elas, seja com um discurso rápido ou com um chilique. Você sabe que eu não sou forte sempre e sabe o quanto só nós entendemos que é importante ser fraco de vez em quando. Você sabe me trazer de volta quando eu não sei mais o que dizer pra mim mesma, e entende que eu só admito algo assim pra você. 
Você já me carregou tantas vezes, de tantas formas, seu joelho nunca foi palho pra nós e nem minha calça que tinha ferrinho e machucava. Entre tantas coisas que já passaram por nós, a melhor delas é o nosso sempre, que não discute nem mesmo quando a gente discute, nem quando eu não vou ao seu aniversário por estar muito cansada e nem quando você esquece de passar na minha casa e liga explicando o porque do atraso. 
Você é o personagem que toda a minha família conhece, e que mesmo assim insiste em ser tão tímido. Personagem chave na minha história, você é uma parte gigante de mim, a parte mais neurótica, reprimida e esquisita de mim. Você é muito por aqui, e de todos os nossos tempos, confesso que tenho uma feição pelo de agora. Somos mais velhos, mais pacientes, responsáveis, engraçados e bem resolvidos (mentira). O tempo nos define, todos eles, mas uma coisa não mudou, as pessoas ainda não gostam de sair com nós dois juntos rs.
   


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Você Não É Um Desperdício

Tenho andado economizando, mas não dinheiro porque isso eu já não tenho mesmo. Mas tenho fechado bem forte minhas mãos pra não desperdiçar as coisas que me encurtam. Tenho economizado ofensas e desperdiçado olhares que berram, economizo também opiniões, as dos outros, porque as minhas eu desperdiço aos montes. Tenho economizado de encontrar o Bruno todos os dias, mesmo estando de férias, que é pra eu poder desperdiçar saudade em forma de abraço nos finais de semana, e economizo novidades, que é pra poder desperdiçar junto com ele depois. Desperdiço muitas horas de sono ao lado do Marley, sem economizar pêlos na minha cama, porque sei que ele não é eterno.
Economizo de entender pessoas que não se importam em ficar sem grana, só pra desperdiçar numa falsa aparência. Desperdiço de sonhar com vontades diferentes e faço questão de não economizar nenhuma delas! Economizo maquiagem e desperdiço perfume. Economizo viagens e desperdiço um rumo só. Economizo paixões e desperdiço um único amor. Economizo ficar em casa e desperdiço estar junto com quem mora nela. E economizo falar o que eu penso, quando o outro lado da conversa é um desperdício.
Economizo tanto que meu desperdício é incompreendido por quem tenta entender, mas é que pra mim a vida sempre teve aparência frágil, me dá a impressão de que quanto mais eu faço mais a vida se gasta, mais diminui, e dosar o que se economiza e desperdiça é minha estratégia pra viver mais. Drama também é algo que eu sempre desperdicei bastante. Eu só não economizo na fé, e não desperdiço também, pois ela não se esgota, não se gasta e não se perde, ela se mantém e não precisa de estratégia pra se conviver bem com ela, basta assumir que esta é a única chance que você tem de fazer a coisa certa.
Independente do que você acredita, se nascerá de novo ou não, se terá outra vida pra fazer tudo de novo e melhor... Pra que desperdiçar os bens que você tem agora, apostando suas fichas no “achismo” de um amanhã melhor? Eu não duvido de um futuro melhor pra você, mas garanto que ele não virá se você não fizer com que ele venha. Ninguém conquista nada sem batalhar, com você não será diferente, por mais que você se considere inatingível e melhor do que o resto.